A dor pélvica crônica em homens
08 de Junho de 2017


 

        Dor pélvica em homens não é conhecida como ela é mais conhecida na vida das mulheres. Desse modo, não pode ser desprezado e deve ser tratada e orientada corretamente. Quadril (bacia) é a área dos glúteos de um lado ao outro, e a parte de cima do umbigo, na virilha na região inferior. Dor na área pélvica pode ser devido aos órgãos que estão localizados na região ou pode irradiar para órgãos adjacentes na pélvis.

 

        Os órgãos da pelve em homens são como a  bexiga, a próstata e o cólon. Dor pélvica pode ser aguda ou crônica. Muitas vezes as pessoas queixam-se de dor crônica na pélvis, que é persistente e só piora com o tempo. Esta dor pode alterar a sua rotina de trabalho. O quadril com  dor crónica pode ser devido à infecção, ferimentos ou doenças dos órgãos pélvicos.

 

shutterstock_462683674.jpg

Causas da dor pélvica em homens

        Com o passar do tempo e idade o homem pode apresentar problema com seus órgãos, nervos, ligamentos e tecidos na pelve podem causar dor pélvica.

- A prostatite: prostatite é uma inflamação da glândula da próstata. É uma dor pélvica forte e localizada. Refere-se na glândula reprodutora masculina e segrega fluido prostático que é composto de esperma e fluido com espermatozóides pela vesícula seminal. Esta glândula em forma de noz (pequena glândula), pois pode ser infectada por bactérias e causar prostatite. No entanto, muitas vezes a causa permanece desconhecida.

- Cistite: a inflamação da bexiga, que está localizado na região pélvica pode também causar dor na pélvis.

- Bexiga: com cálculo (pedra) também pode causar dor na pelve.

- Nervo espinhal ou nervo pudendo comprimido que abastece os músculos da pelve pode causar dor na pelve nos homens.

- Quadril: Pode ter tensão muscular por manter os órgãos da pelve que pode levar à dor na região pélvica.

- As fissuras anais são sérios problemas no revestimento do ânus podem causar dor na região pélvica.

- Hérnia inguinal estrangulada pode ser uma das causas de dor pélvica em homens.

- Infecção urinária crônica.

Os sintomas de dor pélvica masculina

        A dor pélvica nos homens pode ser localizada numa determinada parte do quadril, ou pode espalhar por toda a área pélvica e se tornar grave. Também depende da postura do corpo do paciente. Em uma determinada posição, o paciente pode encontrar alívio como em muitas outras posições podem agravar a dor.

 

Dor pélvica pode ser associada a outros sintomas:

 

- Ardor ao urinar.

- Dor no abdômen inferior.

- Percebe sempre esvaziamento incompleto da micção.

- Incontinência urinária.

- Acorda várias vezes durante a noite para urinar.

- Dor nas costas.

- Sangue na urina ou sêmen.

- Problemas para urinar, gotejamento e fluxo de urina não é correto.

- Ereção e ejaculação dolorosa.

- Fadiga e cansaço fácil.

- Cefaleia

- Febre pode ou não estar presente.

- A dor pode piorar durante as evacuações.

O tratamento da dor pélvica crônica em homens.

 

        Antes de iniciar o tratamento, o seu médico irá avaliar a história e sintomas corretamente. Ele pode pedir-lhe para fazer alguns exames que facilitará o diagnóstico da doença.

- Os antibióticos são geralmente prescritos para a prostatite.

- Fármacos anti-inflamatórios não esteróides são também indicados para aliviar a dor pélvica.

- Quando os músculos do assoalho pélvico estiverem tensos, o médico pode prescrever relaxantes musculares.

- No caso de hemorróidas e fissura, o paciente pode sentir-se melhor com banho de assento e as drogas anti-inflamatórias.

- A acupuntura e massagem na área afetada dolorosa pode aliviar a dor crônica na pelve e relaxar a musculatura.

- Muitas vezes, quando todos os meios de tratamento estão esgotados, o paciente precisa de conselhos, porque a dor pélvica crônica pode levar muito tempo até melhorar.

 

shutterstock_261615410.jpg

 

Fisioterapia

 

    Após uma investigação na primeira consulta fisioterápica avalia-se o físico e a escala visual analógica de dor EVA.

    O tratamento fisioterapêutico para a dor pélvica crônica, neste caso tem como objetivo o alívio da dor, a correção das alterações músculo esqueléticas e melhora na qualidade de vida. É direcionado aos músculos do períneo, quadril, coxas e região lombar baixa. Para isso, o fisioterapeuta se utiliza de recursos como a eletroterapia, terapia manual, exercícios respiratórios, biofeedback perineal, exercícios de movimentação do quadril, de relaxamento e alongamento.

 

“Vale ressaltar que para isso é necessário procurar

profissionais especializados”.

 

Dra Ivana Roeder – Fisioterapeuta Pélvica. Crefito 10- 30018

 


@2018 por Puxavante | wAdvice

FisioForm Clínica de Fisioterapia e Reabilitação

Rua Pedro Mayerle, 160, Anita Garibaldi - Joinville/SC, 89202-195 - 47 3433 6454

Rua Petrópolis, 668, Itaum - Joinville/SC, 89208-300 - 47 3426 1457

Rua Itaiópolis, 206, América - Joinville/SC, 89204-100 - 47 3031 9915