Alzheirmer
06 de Abril de 2017


Estamos diante de um cenário que retrata o aumento população idosa em nosso país. Isso traz como consequência um maior número de pessoas afetadas por doenças, dentre as quais se destaca a doença de Alzheimer (DA) um dos mais importantes problemas de saúde pública da atualidade.


A DA pode ser notada pela perda cognitiva progressiva, que leva ao declínio funcional e perda gradual de autonomia, que, em consequência, ocasionam dependência total de outras pessoas.


Não se sabe por que a Doença de Alzheimer ocorre, mas são conhecidas algumas lesões cerebrais características dessa doença. Os principais achados são a redução do número das células nervosas (neurônios), degeneração sináptica intensa, com redução progressiva do volume cerebral, e aumento significativo da deposição de placas senis e emaranhado neurofibrilares no córtex cerebral.


A doença progride continuamente, não passa de um estágio direto para o outro. Assim, a pessoa pode encontrar-se, por exemplo, em um estágio entre o inicial e o intermediário ou entre o intermediário e o avançado.


Captura de Tela 2017-04-04 às 19.44.01.png


Inicial

  • A pessoa consegue viver de forma relativamente independente, apesar do prejuízo objetivo nas atividades;

  • A perda de memória é leve (perda da memória recente) sendo preservada a memória de fatos antigo;

  • Raciocínio relativamente preservado;

  • Desorientação temporal – espacial;

  • Perda do interesse por hobbies e outras atividades, diminuição do senso crítico.



Intermediário

  • Já há risco na vida independente e certo grau de supervisão é necessário; dificuldade em viver sozinho devido à incapacidade de realizar atividades mais complexas, como fazer compras, cozinhar e cuidar das atividades rotineiras;

  • Perda de memória moderada, as dificuldades ficam mais evidentes e severas, há o esquecimento de nomes de pessoas;

  • Prejuízo no raciocínio;

  • Dificuldade de orientação espacial;

  • Irritabilidade e alucinações (alterações do pensamento e dos sentidos, como ver coisas que não existe);

  • Dificuldade para comunicar-se e de aprendizado (tanto para compreender quanto para expressar-se (ex., dificuldade para encontrar palavras).

Avançado

  •  O prejuízo da memória encontra-se bastante comprometido;

  • Apatia, depressão, ansiedade, agressividade, delírios (pensamentos anormais, perseguição, roubo, etc.);

  • Há dificuldade na deglutição;

  • Dificuldade de orientar-se dentro de sua própria casa;

  • Perda do controle das necessidades fisiológicas (incontinência urinária/fecal);

  • Alterações no quadro motor (prejuízo na marcha e equilíbrio); podendo posteriormente necessitar de cadeira de rodas ou ficar acamado.


Tratamento

Atualmente não se descobriu a cura para a doença, porém um tratamento e um cuidado adequado nos diversos pontos de atenção pode proporcionar uma maior sobrevida e uma melhor qualidade de vida às pessoas com a Doença de Alzheimer.


Captura de Tela 2017-04-04 às 19.44.09.png


O tratamento para as pessoas com Doença de Alzheimer tem como objetivo principal o alívio dos sintomas e a estabilização ou retardo da progressão da doença, visando à promoção de uma maior autonomia e independência funcional pelo maior tempo possível. Nesse sentido, é fundamental que o cuidado e a atenção a essas pessoas se dê de forma integral. Os melhores resultados são obtidos quando o tratamento é iniciado nas fases mais precoces.


O paciente necessita de um aporte farmacológico e ser reavaliado pelo médico, enquanto a resposta for favorável, o medicamento não deve ser suspenso, sendo fundamental a tomada diária nas doses e observar os intervalos prescritos.


É de vital importância um trabalho multidisciplinar especializado em reabilitação composto por fonoaudiólogo, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional e suporte psicológico e familiar, buscando evitar e/ou retardar a perda das funcionalidades e habilidades cognitivas.


@2018 por Puxavante | wAdvice

FisioForm Clínica de Fisioterapia e Reabilitação

Rua Pedro Mayerle, 160, Anita Garibaldi - Joinville/SC, 89202-195 - 47 3433 6454

Rua Petrópolis, 668, Itaum - Joinville/SC, 89208-300 - 47 3426 1457

Rua Itaiópolis, 206, América - Joinville/SC, 89204-100 - 47 3031 9915