Treino Proprioceptivo pós operatório de joelho.
22 de Março de 2017


Os ligamentos  apresentam relevante contribuição sensorial ao controle motor e à estabilidade articular. Essa contribuição é dada por meio da capacidade dos Ligamentos influenciar a ativação muscular necessária para manter a integridade da articulação durante o movimento ante a solicitação mecânica imposta a ele. No joelho, me­canorreceptores como terminações de Ruffini, corpúsculos de Pacini e órgãos tendinosos de Golgi estão presentes no LCA, no ligamento cruzado posterior e nos meniscos. Desse modo, os ligamentos não se configuram apenas como restritor mecâ­nico, mas fornece informação sensorial ativando a estabilização muscular refle­xa.


Quando ocorre uma lesão, os mecanorreceptores também são afetados, gerando alteração na aferência proprioceptiva, comprometendo o mecanismo protetor de controle neuromuscular, determinando assim déficit na atividade muscular antecipatória (latência na estabilização reflexa), expondo as estruturas estáticas à lesão diante de forças e traumas inesperados.

Captura de Tela 2017-03-21 a?s 10.11.48.png

As lesões do joelho apresentam consequências variadas para a função e qualidade de vida do indivíduo, por isso, a reabilitação completa desses sujeitos torna-se essencial. A fisioterapia possui um papel fundamental para que o indivíduo recupere a funcionalidade, através da utilização de métodos terapêuticos, favorecendo a diminuição das sequelas, além de melhorar a capacidade funcional e adaptativa, em suas atividades de vida diárias. A reabilitação deve minimizar os efeitos adversos da imobilização sem sobrecarregar os tecidos em fase de cicatrização, e, assim, permitir ao indivíduo, o retorno ao mesmo nível funcional anterior à lesão.

Andrews; Harrelson; Wilk (2005), Risberg et al. (2001) e Williams et al. (2001) afirmam que há redução da aferência proprioceptiva do joelho quando ocorre uma ruptura total do ligamento ou após a sua reconstrução, e que os déficits na propriocepção resultantes das lesões ligamentares não afetam apenas os receptores articulares mas também a função muscular, com a consequente diminuição efetiva dos receptores musculares.

Post@1.5x.png

O déficit sensorial pode ser minimizado depois de lesão ou de cirurgia por meio do treinamento sensório motor, apurando a função estabilizadora reflexa e diminuindo os riscos de novas lesões. Estudos têm mostrado que programas de exercícios que estimulam as vias sensoriais proprioceptivas podem vir a melhorar a estabilidade do equilíbrio, reduzindo a incidência de lesões


O treino proprioceptivo, atualmente, é considerado como parte fundamental da reabilitação do pós-operatório de reconstrução do LCA, visto que no processo cirúrgico há uma perda dos receptores proprioceptivos e, consequentemente, pode-se verificar um déficit na proprioceptivo e equilíbrio do segmento lesionado.


Dentre as técnicas mais utilizadas, podem ser citadas as técnicas com uso de bola suíça, diversos tipos de pranchas de equilíbrio e até em exercícios de solo. As técnicas mais inovadoras incluem bandagens e faixas que irão adicionar um estímulo sensorial ao joelho e também pranchas vibratórias de corpo inteiro

Post.png

Em diversos estudos, foi comparado o treinamento proprioceptivo com o tratamento convencional. Contudo, concluiu-se que na verdade os dois tipos de reabilitação devem ser mesclados para melhores resultados no pós-operatório de LCA.

Posts Relacionados

@2018 por Puxavante | wAdvice

FisioForm Clínica de Fisioterapia e Reabilitação

Rua Pedro Mayerle, 160, Anita Garibaldi - Joinville/SC, 89202-195 - 47 3433 6454

Rua Petrópolis, 668, Itaum - Joinville/SC, 89208-300 - 47 3426 1457

Rua Itaiópolis, 206, América - Joinville/SC, 89204-100 - 47 3031 9915