ENVELHECER FAZ PARTE DO PROCESSO
21 de Outubro de 2018


ENVELHECER FAZ PARTE DO PROCESSO


Envelhecer é um processo lento e contínuo, no entanto, o envelhecimento é um fenômeno que proporciona alterações fisiológicas e funcionais, comprometendo a mobilidade e a autonomia desta população. Dentre tais alterações incapacitantes, a síndrome da fragilidade do idoso (SFI) deve ser compreendida, pois é considerada altamente prevalente nesse grupo, resultando em desfechos desfavoráveis para a saúde dos mais velhos. Os declínios de vários sistemas causam vulnerabilidade, podendo levar a quedas, incapacidade, hospitalização e, no estágio mais avançado, à morte. Esta síndrome pode ser explicada clinicamente pela diminuição da massa muscular (sarcopenia), diminuição da força muscular (dinapenia), alterações no equilíbrio, perda da mobilidade funcional e diminuição do nível de atividade física.

Entretanto, muitos idosos também apresentam como queixas comuns: mudanças na voz, cansaço ao falar por longos períodos de tempo, rouquidão, pigarro, voz fraca entre outros. Essas são características da PRESBIFONIA que ocorre um processo de envelhecimento das estruturas anatômicas, perda de vascularidade e calcificação das cartilagens do sistema fonatório. Muitas dessas características são observadas a partir dos 60 anos e está relacionada ao estilo de vida, a prática de atividades físicas, hábitos alimentares, consumos de bebidas alcoólicas e cigarro.

           Outra queixa comum é a necessidade de comer alimentos mais macios e pastosos, episódios mais frequentes de engasgos, sensação de alimento parado na garganta, dificuldade para beber líquidos, dificuldade para deglutir alimentos mais sólidos que são sintomas comuns da PRESBIFAGIA caracterizada pela degeneração fisiológica do processo de deglutição e entre os vários fatores que contribuem para esse processo estão: disfunção sensorial – que afetam o olfato e paladar, perda dentária, utilização de próteses dentárias mal adaptadas, diminuição da saliva e redução do tônus muscular.

Apesar desse processo natural que pode acontecer é possível, através da prática de terapia específica, prevenir e reduzir as queixas e situações. Proporcionando uma melhora da qualidade de vida e manutenção da realização de atividades comuns e cotidianas.

A fisioterapia e a fonoaudiologia com profissionais capacitados e especializados, podem contribuir e ajudar as pessoas melhorando os sintomas e devolvendo uma melhor qualidade de vida e independência no seu dia-a-dia.

Referências:

Soares AV, Marcelino E, Borges Júnior NG, Domenech SC, Loch MSG, Sagawa Júnior Y.

Dinapenia, sarcopenia e mobilidade funcional de idosos frágeis Medicina (Ribeirão Preto. Online) 2016;49(3):195-201

Deglutição no processo de envelhecimento. Fonte:  http://www.pucrs.br/edipucrs/IVmostra/IV_MOSTRA_PDF/Gerontologia_Biomedica/71970-MARIA_CRISTINA_DE_ALMEIDA_FREITAS_CARDOSO.pdf

Presbifagia: estado da arte da deglutição do idoso. Fonte: http://seer.upf.br/index.php/rbceh/article/view/1504

Presbifonia: dar a voz um “velho problema”.  Fonte: http://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/30749/1/AnaCFRodrigues.pdf

Fonoterapia vocal e fisioterapia respiratória com idosos saudáveis: revisão de literatura. Fonte: http://www.scielo.br/pdf/rcefac/v18n2/1982-0216-rcefac-18-02-00533.pdf


Posts Relacionados

@2018 por Puxavante | wAdvice

FisioForm Clínica de Fisioterapia e Reabilitação

Rua Pedro Mayerle, 160, Anita Garibaldi - Joinville/SC, 89202-195 - 47 3433 6454

Rua Petrópolis, 668, Itaum - Joinville/SC, 89208-300 - 47 3426 1457

Rua Itaiópolis, 206, América - Joinville/SC, 89204-100 - 47 3031 9915