HIDROTERAPIA NA LOMBALGIA
25 de Julho de 2018

HIDROTERAPIA NA LOMBALGIA


A Hidroterapia ou Fisioterapia Aquática é uma modalidade terapêutica que tem o uso da água como meio de cura. A piscina terapêutica utiliza-se de água aquecida com temperatura em torno de 32 ºC a 34 ºC para favorecer a redução dos espasmos musculares e proporcionar analgesia.

Um dos benefícios mais importantes da reabilitação aquática no tratamento das dores lombares é a possibilidade de intervenção precoce, visto que na fase aguda da patologia os exercícios em terra não são toleráveis por aumentar as cargas compressivas na coluna. Na água, essas forças são bem reduzidas, favorecendo um programa de reabilitação mais intenso e precoce sem prejudicar a coluna. Com o calor da água, há redução do espasmo muscular e da dor (ciclo espasmo/dor) pelo maior aporte de sangue e oxigênio para os tecidos lesados, e proporciona aos pacientes o preparo necessário para os exercícios fora da piscina.


Os principais efeitos fisiológicos do corpo em imersão em água aquecida são:

- Aumento da frequência respiratória e cardíaca.

- Redução da pressão sanguínea.

- Aumento do suprimento de sangue para os músculos.

- Aumento do metabolismo muscular.

- Aumento da circulação periférica.

- Aumento do metabolismo.

Os principais efeitos terapêuticos da hidroterapia são:

- Alívio de dor e espasmos musculares.

- Manutenção ou aumento de amplitude de movimento das articulações.

- Fortalecimento muscular e treino de resistência.

- Melhora da circulação.

- Encorajamento das atividades funcionais.

O primeiro fator a ser considerado no tratamento hidroterápico é a redução da dor e espasmo e a estabilização dos movimentos padrões, onde é ensinado ao paciente como manter a coluna em posição neutra nas posições funcionais, como ao se levantar, ao transferir-se, ao se ajoelhar. Essa posição neutra é definida como a posição que garante maior estabilidade e menor estresse para a coluna.

O próximo passo é o fortalecimento do tronco proximal para desenvolvimento da postura a facilitar função. Desde que o paciente esteja hábil para manter a coluna neutra (por meio do fortalecimento dos abdominais), o paciente deverá realizar uma série de exercícios de estabilização com o objetivo de criar um feedback no centro de controle motor para manter sempre esta estabilização.

São contraindicações do tratamento em piscina terapêutica: infecções cutâneas, alterações renais ou esfincterianas, cardiopatias agudas, hiper ou hipotensão sem controle, febre, úlceras, labirintite aguda.






Posts Relacionados

@2018 por Puxavante | wAdvice

FisioForm Clínica de Fisioterapia e Reabilitação

Rua Pedro Mayerle, 160, Anita Garibaldi - Joinville/SC, 89202-195 - 47 3433 6454

Rua Petrópolis, 668, Itaum - Joinville/SC, 89208-300 - 47 3426 1457

Rua Itaiópolis, 206, América - Joinville/SC, 89204-100 - 47 3031 9915